Carreira depois dos 40, o que fazer?

Carreira depois dos 40, o que fazer?

Já trabalhamos em balcão, recepção, atendimento, serviços gerais e outros, mas ainda estamos longe do emprego que desejamos.

Decidimos e iniciamos uma faculdade. Orçamento complicado, grandes esforços para pagar. Novas portas se abrem. Conseguimos um estágio, e nos sentimos vencedores, estamos na tão sonhada empresa multinacional ou empresa nacional, não importa, o que importa de fato é que ela seja sólida, e tenha repercussão na mídia. Queremos ser reconhecidos por tal conquista.

A efetivação é um sonho, sabemos que não basta dedicação, é necessário também a vaga estar aberta no momento que o contrato de estágio se encerra. Quase tão difícil quanto repetir o eclipse lunar na mesma semana. Mas acontece, o sonho se realiza, e a efetivação é uma realidade.

Metas a serem alcançadas, avaliação de desempenho 360 graus, sistemas de otimização da produtividade, relatórios, otimizar mais ainda a produtividade… Mais relatórios e mais avaliações. Promoções. Reestruturação. Dispensa. Novo emprego, novo ambiente, novo chefe, mais metas e mais relatórios, mais avaliações. E provar que merecemos nosso contra cheque no final do mês torna-se uma luta de sobrevivência. E temos que correr muito para nos mantermos no mesmo lugar. Mas se quisermos chegar a um lugar diferente, temos que correr ainda mais. E o ciclo se repete, fusões, reestruturações, reengenharia, e continuamos sendo contratados e oferecendo resultados para a empresa, fechando metas, virando a noite, trabalhando aos finais de semana, nas férias.

Sabemos da nossa importância, sabemos da nossa capacidade de conquistar as metas, sabemos do nosso valor. Mas desta vez a recolocação não aconteceu, entrevistas, testes, currículos, e não fomos contratados. Será o salário muito alto? Será a idade? Será a crise? Será que não acreditam mais em minha capacidade? É por não saber inglês? E por fim concluímos que é o papel do currículo, então imprimimos em papéis diferenciados, coloridos, em grandes envelopes, levamos pessoalmente, mesmo que não nos atendam, mas levamos de novo.

Mas afinal, porque depois de termos sido tão bons funcionários, termos ampliado em milhões os resultados das empresas nas quais passamos, temos tanta dificuldade em se recolocar profissionalmente?

Não há uma única resposta, é um conjunto de fatores, mas em geral, os cargos altos, de direção e liderança em uma organização, são preenchidos pelos profissionais que já estão nela, que aguardavam por uma promoção. Tais cargos são em menor número quando comparados com cargos técnicos operacionais. Contratar um funcionário por um salário significativamente menor implica em risco para a organização. Profissionais mais maduros adquirem um nível de consciência que em algumas organizações não é desejado, e optam por contratar profissionais com experiência menor, que ficam felizes em virar a noite trabalhando.

O que fazer? Que tal se mudar nossa carreira? Que tal se pensarmos em novas possibilidades? Lançarmos um novo desafio para nós mesmos?

Montar um negócio próprio, estudarmos sobre franquias, buscarmos sócios, empreendedores, investidores. Fazer um mestrado, lecionar, consultoria, ensinar aquilo que aprendemos ao longo dos anos.

Tenho observado muitos profissionais fazer a virada com sucesso, de forma rápida, antes de gastarem sua última rescisão no orçamento da casa, no mês a mês, insistindo que tudo tem que ser como sempre foi.

Olhar com rapidez a carreira, avaliar as possibilidades, estudar, conversar com pessoas, trocar idéias, participar de palestras e cursos para empreendedores. Estudar sobre investimentos. Não importa o caminho escolhido, o que importa é se preparar para ele.

Avalie seus hobbies, os esportes que desenvolve, o que te dá prazer, e não se surpreenda se uma oportunidade profissional estiver associada a estas práticas.

É importante não se lançar a primeira oportunidade que se abre, mas sim se dedicar e buscar todas as informações para sua segunda carreira, que poderá começar entre 40 e 60 anos de idade.

Pense nisto, e melhor ainda se você que acabou de ser efetivado na empresa e usasse algumas horas da sua semana para começar a se preparar para sua segunda carreira, pois um dia, ela irá chegar! E eu estarei torcendo para que você esteja preparado.

 

 

 

 

2018-03-05T13:42:17+00:00 03/03/2015|Empreendedorismo / Self Leader|

ATENÇÃO

Recebemos seu currículo apenas pelo site. Para nos enviar seu currículo, use o formulário em nosso site, que você pode encontrar clicando aqui.

Vejas as vagas que estão abertas clicando aqui.

Role para ver mais!

Cursos em Destaque

Últimos Artigos

Veja Também